7 passos para começar a revender biquínis na internet

Se você perguntar a qualquer empresário, ele dirá que iniciar um negócio na internet possui uma parcela de desafios. Por isso, começar a revender biquínis na internet não seria diferente.

Sendo assim, iniciar uma linha de moda praia requer muito esforço, dedicação e, o mais importante, paixão.

Mas, se você está disposto a se esforçar para construir seu próprio negócio, você vai querer seguir os 7 passos para começar a revender biquínis na internet e tornar a sua marca uma de sucesso.

Desde já, criamos um guia que cobre cada passo do processo – desde escolher um público alvo até como fidelizar o cliente. Desse modo, esperamos te ajudar a revender biquínis na internet. 

Os 7 passos para começar a revender biquínis na internet

1. Entenda o seu público alvo

Dado o estado atual da economia, ter um público alvo bem definido é mais importante do que nunca. Ninguém pode se dar ao luxo de tentar atender a todos os públicos. A sua empresa deve ser capaz de competir com os concorrentes dentro do seu nicho de mercado.

Visar um público alvo específico não significa que você está excluindo pessoas que não se encaixam nesse público. Ao contrário, ter um público alvo permite que o marketing da sua empresa se concentre em um mercado que tem mais probabilidade de comprar o seu produto.

Esta é uma forma muito mais acessível, eficiente e eficaz de alcançar potenciais clientes e gerar lucro para o seu negócio.

Uma loja que deseja revender biquínis na internet deve escolher para quem ela deseja vender. Pois dentro do mundo dos consumidores de biquínis há diversos sub nichos. Por exemplo, tamanhos plus size para atender a demanda das consumidoras que não encontram os tamanhos maiores com facilidade.

Outro exemplo, biquínis infantis com estampas dos desenhos famosos que as crianças gostam ou até mesmo modelos mãe e filha, onde ambas possuem biquínis com a mesma estampa.

Existe inúmeros outros exemplos, mas o mais importante é identificar qual é a dor dessas pessoas e se tornar a sua solução. Desse modo, o seu público alvo irá comprar o seu produto.

Com um público alvo definido, é muito mais fácil determinar onde e como comercializar os produtos da sua empresa. Aqui estão algumas dicas para ajudá-lo a definir seu mercado-alvo.

Veja a sua base atual de clientes

Quem são seus clientes atuais, e por que eles compram de você? Procure por características e interesses comuns. Quais são os que trazem mais vendas? É muito provável que outras pessoas como eles também possam se beneficiar de seu produto.

Confira sua concorrência

A quem seus concorrentes estão se dirigindo? Quem são seus clientes atuais? Não vá atrás do mesmo mercado. Você pode encontrar um nicho de mercado que eles estão esquecendo.

Analise seu produto

Escreva uma lista de cada característica de seu produto ou serviço. Ao lado de cada recurso, liste os benefícios que ele oferece (e os benefícios desses benefícios).

Por exemplo, um modelo plus size atenderá mulheres que tem dificuldade em encontrar biquínis bonitos e na moda em tamanhos maiores.

O benefício de atender essas mulheres é que elas indicarão seu produto para outras mulheres plus size, afinal é difícil encontrar biquínis de qualidade nos tamanhos maiores. Além disso, elas continuarão comprando da sua loja. Portanto, em última análise, o benefício de atender esse nicho é que sua loja ganhará mais clientes.

Escolha pessoas específicas para serem o alvo

Descubra não apenas quem tem necessidade de seu produto ou serviço, mas também quem é mais provável que o compre. Pense sobre os seguintes fatores:

  • Idade;
  • Localização;
  • Gênero;
  • Nível de renda;
  • Ocupação.

Considere as características de seu alvo

Outras características mais pessoais de uma pessoa, entre elas:

  • Personalidade;
  • Atitudes;
  • Valores;
  • Interesses/hobbies;
  • Estilos de vida;
  • Comportamento.

Determine como seu produto ou serviço se ajustará ao estilo de vida de seu alvo. Como e quando seu alvo usará o produto?

Que características são mais atraentes para seu alvo? A que mídia seu alvo se dirige para obter informações? Seu alvo usa redes sociais?

Avalie sua decisão

Uma vez que você tenha decidido sobre um mercado-alvo, não deixe de considerar estas questões:

  • Há pessoas suficientes que se encaixam dentro desse público alvo?
  • Meu alvo realmente se beneficiará do meu produto/serviço? Será que eles perceberão a necessidade disso?
  • Eu entendo o que leva meu alvo a tomar decisões?
  • Eles podem pagar meu produto/serviço?
  • Posso alcançá-los com minha mensagem? Eles são de fácil acesso?

A partir disso, você deverá calcular o preço de venda que seus clientes estariam dispostos a pagar pelos seus produtos.

2. Saiba lidar com a sazonalidade

Para começar a revender biquínis na internet você deve entender que esse produto é sazonal. Afinal, a maior parte do público que compra biquínis, procura esses produtos antes das férias escolares, em julho e dezembro, ou em feriados prolongados. Além disso, durante o inverno as vendas caem drasticamente justamente por causa do clima.

Por isso, há estratégias que podem ajudá-lo a prolongar sua temporada de vendas e ganhar mais dinheiro. Logo abaixo mostraremos algumas das estratégias que funcionam para ajudá-lo a ganhar mais dinheiro com a venda de seus biquínis.

Fique à frente das tendências

Em primeiro lugar, você ficaria muito surpreso com o número de vezes que uma tendência aparece e permite vender seu produto mesmo na baixa estação.

Atualmente, a internet permite que muitas ideias se tornem virais e você nunca sabe qual será a próxima tendência.

Além disso, mesmo as tendências de e-commerce não surgem do nada, então você deve sempre saber o que está acontecendo nas lojas on-line em muitos nichos diferentes. Isso te ajudará a traçar uma estratégia de vendas que te ajudará a revender biquínis na internet.

Tire proveito de eventos e feriados

Mesmo na baixa temporada, quando se trata de seus produtos, há eventos que você pode usar para promover seu produto.

Aproveite os feriados prolongados em meses mais quentes e que muitas pessoas aproveitam para ir na praia ou parques aquáticos.

Faça promoções e descontos de frete

Acima de tudo, incentive seu cliente a comprar o seu produto. Por isso, ofereça promoções, opções de parcelamento e frete grátis.

3. Compre biquínis de qualidade com modelos em alta

Ao escolher e negociar com fornecedores, você deve considerar a relação custo-benefício, qualidade e confiabilidade em adição ao preço. A construção de boas relações com seus fornecedores garantirá que você obtenha o melhor serviço possível.

Se seu fornecedor não for confiável ou não fornecer produtos de alta qualidade, sua empresa terá dificuldades para fornecer bens e serviços a preços acessíveis que atendam às expectativas de seus clientes.

Procure fornecedores experientes que já estão no mercado há muito tempo. A estabilidade é importante, especialmente se você estiver firmando um contrato de longo prazo com um fornecedor ou se ele for o único fornecedor de um determinado item que você precisa para seu negócio.

Escolha fornecedores que oferecem os modelos e estampas da estação, com tecido em poliamida, com bojo à prova d’agua, com proteção UV.

4. Escolha um meio de pagamento para realização das vendas

A fim de operar um site de comércio eletrônico totalmente funcional, você precisa ser capaz de aceitar os pagamentos de seus clientes. Afinal, não há como contornar isto, todo o seu negócio gira em torno de ser pago.

Mas há inúmeras opções diferentes para aceitar pagamentos on-line. Se você tem uma plataforma de comércio eletrônico existente ou se você está começando um site do zero, suas opções de pagamento precisam ser uma prioridade.

Por isso, você precisa ter opções que sejam atraentes para todos os seus clientes.

Isso porque todos têm preferências diferentes. Portanto, você deve considerar a possibilidade de adicionar vários métodos de pagamento ao seu site.

Considere ter algumas opções diferentes de pagamento

Por que você deve oferecer diferentes formas de pagamento? Para vendas na internet, o abandono do carrinho e a perda de vendas podem ser evitados oferecendo aos clientes uma lista de métodos de pagamento.

Hoje, com as tecnologias avançadas que temos, há vários métodos de pagamento que os compradores podem utilizar.

Para atender a uma ampla gama de bases de clientes e ganhar mais conversões, permitir que todos escolham seu sistema de pagamento eletrônico preferido é fundamental.

A prestação de serviços de pagamento alternativos permitirá que as mercadorias cheguem a grupos demográficos mistos em várias regiões geográficas e tenham o maior público alvo possível.

Trabalhar com diferentes empresas e oferecer seus produtos como métodos de pagamento de sua loja de eCommerce também ajudará a aumentar o conhecimento e a confiança em sua marca.

Por exemplo, o PagSeguro tem a opção de Envio Fácil que permite uma opção de frete mais barata. Nesse sentido, você pode oferecer um link de pagamento do MercadoPago, PagSeguro, Pix, boleto.

5. Defina uma estratégia de venda

Ter presença on-line, no que consideramos um mercado saturado, é um dos maiores desafios do setor varejista. As marcas precisam se conectar com seus clientes através de vários canais e plataformas digitais.

E-commerce

As vendas são vitais para qualquer negócio. É a única maneira de manter sua empresa em funcionamento. Por isso, melhorar as vendas é a melhor maneira de melhorar a saúde e o sucesso de seu negócio. A importância de um site de e-commerce não pode ser ignorada.

Ao ter uma presença on-line através de seu website, você é capaz de alcançar mais consumidores. Quanto mais consumidores você alcançar on-line, mais oportunidades você terá de fazer uma venda.

O desenvolvimento de um website não traz automaticamente clientes pagantes para seu negócio. No entanto, através da otimização do seu website por meio de mecanismos de busca.

Você pode melhorar suas chances de trazer mais clientes qualificados que têm maior probabilidade de fazer uma compra. Um website não só ajuda a aumentar suas oportunidades de vendas, mas também aumenta sua disponibilidade para fazer vendas. Bem como, com um website, você pode vender seus produtos e serviços 24 horas por dia.

Marketplace

Dentro desta estratégia de marca multicanal está o Marketplace, que é o posicionamento de produtos em um ou mais sites de comércio eletrônico, que organizam, vendem e processam as transações em troca da cobrança de uma comissão sobre todas as vendas.

Uma das vantagens de oferecer seus produtos em um Marketplace é que eles proporcionam confiança. Se sua marca é nova, não é muito conhecida ou acabou de dar seus primeiros passos no comércio eletrônico, sua presença em um mercado popular lhe dá valor e credibilidade aos olhos do cliente.

Além disso, é mais fácil encontrá-lo. Tanto nos motores de busca como no Google e graças às imagens compartilhadas de produtos no Pinterest, Facebook, Instagram… Desta forma, você também pode melhorar a SEO de seus produtos e adicionar uma nova forma de geração de tráfego.

Bem como, eles abrem novos mercados. Se você pretende vender seus produtos em novos mercados e países apenas usando seu próprio website ou aplicativo, o processo será muito mais caro e lento.

Venda direta por WhatsApp

O WhatsApp é o aplicativo de mensagens diretas mais utilizado no mundo; cerca de 1,3 bilhões de pessoas o utilizam para se comunicar diariamente com amigos e familiares, passando mais tempo conversando do que no Facebook ou em seus perfis Instagram.

Por este motivo, apesar do WhatsApp não ter nascido como uma ferramenta de marketing, as empresas podem usar este canal para vender seus produtos e/ou serviços.

6. Divulgue os biquínis nas redes sociais

Divulgar seus biquínis nas redes sociais permite que você alcance um público maior para seu nicho de mercado.

A fotografia de produtos para o comércio eletrônico é crucial para o seu sucesso. Sem imagens de qualidade, por que alguém iria comprar seus produtos?

As imagens em seu website e redes socais são sua chance de vender seu produto, estabelecer sua marca e provar que é uma empresa profissional e confiável.

Por isso, opte por tirar fotos originais dos produtos, fotos claras e de qualidade ajudam a construir confiança com seus clientes em potencial.

As descrições escritas dos produtos dão os detalhes, mas muitas vezes é difícil para alguém visualizar o item sendo descrito apenas com palavras.

As imagens ajudam os usuários a compreender melhor as informações do produto e a conciliar o que estão vendo com a descrição.

Quando eles podem ver o que estão comprando, confiam na qualidade. Eles sabem que você não está tentando esconder algo por trás das fotos de baixa qualidade ou fotos de outras lojas.

Outra estratégia é fazer vídeos explicando os produtos, isso permite que você mostre os detalhes das peças, as estampas, materiais e tudo aquilo que o cliente gostará de ver.

7. Fidelize seu clientes

À primeira vista, a lealdade à marca é um fator que impulsiona o comércio de hoje. Afinal, ela afeta onde as pessoas fazem compras, o que elas compram e quanto gastam.

No entanto, a fidelidade do cliente está mudando no cenário atual. Pois atualmente, os clientes estão interagindo com os varejistas de forma diferente, e as empresas precisam alimentá-los, estimulá-los e encantá-los.

Nesse sentido, a fidelidade também tem impacto porque os clientes fiéis se transformam em defensores da marca.

Em outras palavras, pesquisas afirmam que quando os compradores se sentem leais a uma marca, 59% deles indicarão um varejista a outros, ajudando-o a expandir seu alcance organicamente. Sendo assim, listamos algumas formas de fidelizar seus clientes.

Tenha um bom atendimento

Agora, sua empresa deve investir no atendimento ao cliente como uma forma de garantir que você esteja encontrando clientes.

Para isso, há algumas habilidades diferentes que você precisará cultivar com qualquer equipe voltada para o cliente, incluindo paciência, empatia e comunicação clara, entre outras.

Bem como, não subestime o poder das interações de um cliente com seu negócio. Em síntese, pesquisas demonstraram que pouco mais da metade dos clientes desistem de fazer uma compra após uma experiência ruim de atendimento.

Embora você possa não ser capaz de impedir algum encontro negativo aconteça em seu negócio, o atendimento ao cliente pode ser o ponto de intervenção que pode aplacar os clientes ou ajudar a resolver quaisquer problemas que possam ter ocorrido.

Humanize suas redes sociais

As experiências personalizadas mostram aos clientes que sua marca é relevante para suas vidas e objetivos, portanto, faz sentido que as pessoas prestem atenção às marcas que parecem oferecer o melhor conteúdo e produtos para elas.

Por isso, é importante que o seu cliente consiga se ver nas suas redes sociais e com isso se identificar com a marca.

Afinal, as pessoas gostam de conhecer marcas além dos produtos ou serviços que oferecem. Por isso, ao mostrar diferentes lados de seu negócio e de sua marca, você pode mostrar aos clientes que não se trata apenas de fazer vendas.

Como resultado, é aqui que pode entrar uma grande estratégia de marketing de conteúdo. Pois, esta é uma forma de dar valor de diferentes maneiras a seus clientes.

Tenha um bom pós-venda

A princípio, o relacionamento com o cliente deve estar presente em todas as etapas de um negócio, inclusive no pós-venda.

Valorizar e estar atento aos consumidores é fundamental para que eles voltem a comprar os seus produtos.

Além disso, os clientes que recebem bons serviços também podem atuar como divulgadores de seus produtos e serviços, o que aumenta a visibilidade de sua empresa.

Por isso, investir em cativar os consumidores retornados é tão importante quanto encontrar novos consumidores, e não há nada melhor do que cativá-los com o fornecimento de pós-venda inesquecível.